quinta-feira, 22 de maio de 2008

EXERCÍCIO POÉTICO: SEM TÍTULO

hoje

sorriso esguio
um lençol de cabelos louros,
bicos de seios pontiagudos
substantivos de tessituras impenetráveis

amanhã

um subjuntivo imperfeito
reboco de paredes infiltradas em curvas arqueadas
na longitude de nossos diversos itinerários.

2 comentários:

Tatiana Carlotti disse...

lindo flávio, as rachaduras infiltradas em curvas arqueadas... gostei muito dessa imagem. beijo, tati

Elaine Pauvolid disse...

é o que eu chamaria de o dia seguinte...
beijos