terça-feira, 4 de agosto de 2009

Blog de ouro


Ganhei esse simpático e mui honroso selo da blogueira Tatiana Carlotti. Valeu, muito legal mesmo. Então, a idéia é receber e passar adiante para mais cinco blogueiros. Esta semana está sendo bacana para mim, muito bacana mesmo, pois realizei uma mudança de vulto na minha vida. Além disso, recebi algumas homenagens do universo online: Moacy Cirne publicou um poema meu em seu balaio, Elaine Pauvolid, editora da revista eletrônica Aliás, publicou quatro poemas de minha lavra na edição deste mês, Adriano Nunes me dedicou um soneto maravilhoso e Jandira Rodrigues também escreveu um post-carta para mim. Bom né! São essas singelas relações que nos fazem seguir adiante e perceber o quanto é bom viver, viver com tranquilidade. Não se trata de ego e de vaidade. Trata sim, de reconhecimento, de valor, de amizade. Valeu mesmo.

Aí vão minhas indicações de Blogs de ouro, antes vale ressalvar que quando recebi a homenagem, pensei em repassar para mais de cinco pessoas, entre elas o Henrique Pimenta e o Moacy. Fui lá e percebi que eles já haviam ganho o selo simbólico de qualidade.

1 - Tremaliteratura (comecei a acompanhar este blog coletivo, o grupo escreve a bossa da crônica)

2 - O que faço com o que não faço (blog do Adriano Nunes, o autor publica ótimos sonetos).

3 - Diagnóstico desconhecido (blog do Solano, neste blog você lerá posts geralmente curtos, muito rico em alma).

4 - Para eu parar de me doer (blog de alto nível literário. Percebe-se o trabalho de linguagem, o burilamento. Roberta Mendes e Elis fazem do blog um sortimento de literatura, crítica de cinema e, repito, alto nível de escrita).

5 - Miscelâneas e tonterias da Jandira (o blog é meu porto seguro. Geralmente, agora menos, é a pessoa que lê meus textos antes de mim mesmo).

Bem aí estão minhas indicaçõe. Como disse, muitos outros blogueiros poderiam estar aí, fica para a próxima. Peço desculpas aos blogueiros (as) que, pelo instante não entraram na lista. Não fui eu que propus a regra, mas se tá aí vou seguir. É... Hoje estou assim. Vou seguindo... Sigo o cortejo e não pergunto pelo nome do defunto no caixão.

9 comentários:

Elisangela Batista Barbosa disse...

Nossa, mas que honra ter o nosso blog citado assim por ti! Muito obrigada querido!

Eu agora voltando...

Um abraco,
Elis Barbosa

BAR DO BARDO disse...

Ô, cara, obrigado pela lembrança!

Guardo todos os selos no meu coração filatelista...

Valeu, mano!

Márcio-André disse...

Parabéns, camarada, pelo mimo!
O Rio se move.
abraços

Flávio Corrêa de Mello disse...

Elisangela,
te digo o blog de vcs são demais!!

Flávio Corrêa de Mello disse...

Henrique,
camarada não comentei à toa sobre teu blog. Vc. realmente está de parabéns!

Flávio Corrêa de Mello disse...

Márcio-Andre!
Saudades de ti, meu nobre. Precisamos conversar para trocar as good-news

para eu parar de me doer disse...

Flavíssimo, querido,

Acabo de voltar da OLIP (Oficina de Literatura Ivan Proença), ainda sob o efeito do ajuste entre a expectativa romantizadora e a primazia da realidade. Encontrar tua indicação gentil foi um susto bom, mas, ainda assim, um susto! Literatura é mesmo uma palavra difícil de envergar. Ainda mais da boa! Sinto-me, a um só tempo, imensamente estimulada e esmagada pela indicação. Aliás, tenho a teoria de que o o prêmio jabuti de literatura alude a esse reflexo involuntário dos escritores, de se encolherem no casco de puro susto ante a palavra proferida, a palavra publicada. A palavra CONCRETIZADA.
Obrigada, muito obrigada pelo incentivo. E, sobretudo, parabéns pelo justíssimo reconhecimento do seu blog como espaço sério, dedicado à produção da boa literatura autoral na rede. Blogs como o seu são um respiro de vida interior em meio a um entulho de palavras sem propósito.

Abraços da
Roberta

Flávio Corrêa de Mello disse...

Olá Roberta,

Indiquei o blog de vcs por realmente achar ótimo mesmo, apesar de todos os blogs que sigo primem pela excelência!
abçs

Eloise Porto disse...

Dizer obrigada já poderia ser o suficiente, mas ter o selo vindo de você é elogio duplo... Flávio: valeu pela força!!! Você sabe o quanto a luta pra pegar o peixe é árdua... mas o negócio é não deixar o barco virar!

Beijos

Eloise